Chateau Marsyas Gran Blanc

Líbano
750 ml
Branco
Chardonnay , Sauvignon Blanc
Safra 2013
Graduação alcoólica 14.6%

Características Organolépticas e Harmonização

Existem vinhos brancos tão interessantes, que deixá-los de lado significa desperdiçar a oportunidade de se surpreender e vivenciar expriências muito recompensadoras. O Château Marsyas é um daqueles que certamente figuraria na lista de indicações de "vinhos obrigatórios para beber antes de morrer". Inusitado, profundo, impactante... uma verdadeira preciosidade! Especula-se que o Líbano seja o mais antigo produtor de vinhos do mundo. Até mesmo citações bíblicas descrevem vinhedos lá plantados. Há 60 km de Beirute, nas planícies aluviais do Vale de Bekaa, está situado o Château Marsyas. Os 55 hectares de vinhedos estão encravados no sopé do Monte Barouk, a uma altitude de 990 metros. O Vale de Marsyas, também conhecido pelos antigos árabes como "Vale de Noé", em referência ao suposto local de enterro do profeta bíblico, é conhecido principalmente pelos templos sagrados de Baalbek / Heliópolis. De propriedade da família Saadé, os rótulos do Château Marsyas são produzidos na crença de que "o vinho está enraizado na terra". O terroir veio primeiro e todo o trabalho de vinificação leva em conta essa premissa fundamental. Sandro Saadé trabalha com a ajuda do mundialmente famoso consultor de Bordeaux, Stéphane Derenoncourt, produzindo vinhos soberbamente elegantes com um caráter único. O Marsyas Blanc é o principal vinho do Château, sendo elaborado através de um exótico corte entre Chardonnay e Sauvignon Blanc. As melhores características dessas castas se fundem e dão origem a um vinho multifacetado, com grande riqueza e profundidade. O aroma exibe notas complexas que sugerem raspa de limão, flores como lírio branco e madressilva, pêssego maduro, um toque de mel, além de leves nuances minerais como pólvora e pedra molhada. Na boca temos um vinho denso e potente, com textura untuosa. Sabores intensos de pêssego em calda se unem a notas amanteigadas e um toque de flor de laranjeira. Mostra ainda uma acidez bem bacana, que compensa toda essa potência e equilibra o conjunto. O final é expressivo e persiste no palato por um longo tempo. Como bem apontou o crítico Andrew Jefford (da Decanter Magazine), um vinho para deixar os libaneses orgulhosos!

Ver mais

Mais informações

Pronto para beber:
Sim
Guarda por até quantos meses? (a partir do lançamento em venda, não da safra do vinho)
30
Estágio em madeira?
Não
Necessita aeração prévia em decanter?
Não
Temperatura de serviço em Cº
12.00 Cº
Ver o preço
Contate ou compre pelo Whatsapp